Ronronar. O que é?


Outra característica marcante da personalidade felina é o famoso ronronar. Quem tem um gato sabe o quanto é gostoso ouvir o ruído tranqüilizante da língua do “R”. Ele se expressa com repetitivos “Rsrrrrr...”, sonoros e aconchegantes, parecendo uma melodia de ninar. Na verdade, esta é a sua música. O prazer e a alegria que sente exteriorizam-se num prolongado “PURRR...”. Só que infelizmente, não é só de satisfação que ele ronrona, mas também por dor e solidão. Porém, é muito fácil identificar se é alegria ou insatisfação o que sente, pois quando ele faz este barulho perto do dono e procura aconchego, devemos aproveitar este momento, pois significa que quer compartilhar conosco deste momento de felicidade. Ao contrário, se ele se esconde e não quer conversa com ninguém, pára de se alimentar e procura estar sempre só, o ronronar comprova ser preocupante e logo um veterinário de confiança deve ser consultado. Por causa deste ruído, durante séculos, para o homem, o gato foi o vilão dentre os animais. É preciso desmistificar o fato de que o gato tem e causa asma. Pessoas menos informadas passaram tais informações e parece que estes tabus foram passados de geração à geração e muita gente, ainda hoje, em pleno ano 2000, não tem a companhia de um gato, só de medo de pegar tal doença. Tudo por não saberem traduzir esta linguagem, sem ser igual, que só os felinos a possuem, que é o ronronar. O gato ainda sofre a injustiça do homem, por ignorância e falta de informação a respeito. Ninguém havia pesquisado sobre este som abafado, que é produzido pela dilatação de uma veia localizada próxima às cordas vocais, que vibra quando o animal está feliz ou doente. Logo, crendices populares repercutem facilmente, mas nem sempre são verdadeiras e a pesquisa científica está aí para provar o contrário. Gato faz bem à saúde dos humanos e pesquisas recentes comprovam que pessoas que convivem com animais e especificamente com o gato sofrem menos de “stress” e dificilmente morrem de infarto do miocárdio.


2 comentários:

Anônimo disse...

Estou com um filhote de persa, e é a primeira vez que crio um gato, sempre tive cachorros, e confesso... se soubesse que é tão gostoso já teria tido muitos. O meu é companheiro, dócil, gostoso e brincam de um jeito tão engraçado que dou risada dele muitas vezes... Recomendo com toda certeza....

Anônimo disse...

Tem 6 dias que minha gatinha persa chegou. Que delícia. Estou apaixonadinha com a alegria contagiante, engraçada. Estou feliz demais. É muito gostoso. Só não conseguir colocá-la para dormir na caminha dela. E ainda não fez as necessidades dela na vasilha própria. Faz no banheiro. Fala sério....