Examine seu gato



Como fazer o check-up:

Comece pela cabeça. As orelhas estão limpas e rosadas? Existem placas ou pontos pretos nas dobrinhas internas? Elas têm cheiro desagradável? O pêlo está integro atrás das orelhas? Os olhos estão brilhantes, claros, de formato igual e sem secreção? As gengivas estão rosa forte e os dentes estão limpos e sem tártaro? A linha da gengiva ao redor dos dentes está mais escura que o restante? Existem placas amareladas sobre os dentes? O hálito está pútrido, ou é mau hálito normal de boca de gato (quem tem gato sabe o cheiro de boca de gato, oras)? Não examine o nariz. Se estiver quente e seco, ao contrário da crença popular NÃO é febre. A única maneira de medir a temperatura do gato é com um termômetro colocado em local apropriado.

Voltando ao exame. Apalpe o corpinho tentando achar caroços, massas firmes, ou inchaços. Procure parasitas como pulgas e carrapatos e áreas de rarefação de pêlos. A pelagem está igual, densa e brilhante? Olhe no meio dos dedinhos e nas unhas. Procure cascas ou feridas. Se for fêmea, palpe as mamas a procura de caroços, grandes ou pequenos.

Termine seu exame com uma boa escovada. Gatos devem ser escovados diariamente, para prevenir a formação de bolas de pêlos. Não tente escovar seu gato somente uma vez por semana e ainda depois do check-up, porque ele não passará no teste paciência. Lembre-se do petisco!

NUNCA dê a seu gato nenhum medicamento sem o conhecimento de seu veterinário. Muitas drogas de uso humano podem levá-lo a óbito. Um exemplo? Tylenol..

Infelizmente os gatos não falam e não podem nos dizer o que e aonde dói, mas alguns sintomas e comportamentos como vômitos, diarréia, tosse, espirro, corrimentos nasais e oculares indicam que algo está errado por isso é preciso consultar um médico veterinário imediatamente. Aliás, os gatos são famosos por esconderem doenças, então preste atenção em mais alguns sinais suspeitos de enfermidade:

· pula mais de uma refeição por dia;

· mostra súbita mudança nos hábitos alimentares;

· pára de usar a caixa de areia;

· apresenta olhar vago e distante;

· apresenta inchaço ou caroço sob a pele;

· fica escondido por mais de 24 horas;

· torna-se agressivo e intolerante de uma hora pra outra;

· sacode a cabeça repetidamente;

· muda sua rotina ou não brinca mais;

· pára de se lamber;

· perde peso;

Enfim, escolha um Médico veterinário de sua confiança e tenha sempre seu telefone de emergência a mão.

Texto de: Luelyn Jockyman (Pulo do Gato)

Nenhum comentário: